Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estado de (des)Graça

todas sabemos que a gravidez é um estado de graça.

18.Jul.19

Quinta da Comporta

Toda a Comporta me encanta, as praias, os restaurantes e as pessoas que por lá passam. As histórias que se vão contando, as quintas, as festas que se deram, ou se dão ainda que mais contidas porque banqueiros falidos não se podem dar a muitos luxos, e a nova personagem que entra em cena o "Príncipe Jardineiro" (Louis Albert de Broglie). Tentei perceber os contornos desta compra, e ainda sem ter percebido porque as notícias param no tempo algures ali em Setembro de 2018, resolvi ir espreitar o Hotel que criou com a ajuda do Arquitecto Miguel Câncio. Sítio pretensioso, que poderá vir a valer cada cêntimo cobrado, aproveitámos o soft-opening enquanto os valores ainda são comportáveis. E rendi-me. Rendi-me a cada canto, a cada esquina, a cada pormenor decorativo. Rendi-me aos lençóis, almofadas e colchão. À decoração linda e pensada ao pormenor e as campos verdes dos arrozais de frente para a piscina e para o restaurante. Rendi-me à simpatia dos empregados, aos sabores do pequeno almoço e à carta do jantar. E voltei a render-me quando percebi que um hotel tão pretensioso e bom tinha um cunho de kids-friendly que muitas vezes não se vê neste tipo de hotelaria. 

Ainda bem que fomos e um dia quem sabe voltemos. Os valores agora são proibitivos (para nós claro) mas atrevo-me a dizer, que quem for, sentirá cada euro gasto como muito bem gasto.

1 comentário

Comentar post