Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estado de (des)Graça

todas sabemos que a gravidez é um estado de graça.

11.Mai.15

fins-de-semana fora com o príncipe (ou rei) II

Desde que fui mãe ando sempre em busca de sítios babyfriendly e ao contrário de muitos blogues famosos que por aí andam que gritam aos 7 cantos que todo o sítio onde pousam o sapatunfo são babyfriendly (os mesmos que dizem que a maternidade é só núvens cor-de-rosa fofinhas) eu digo, e sei que não. Se há coisa que me mexe com os nervos é estar a pagar um serviço e ser mal tratada. 

Ficam algumas dicas:

- nunca ir para hotéis boutique porque normalmente é sinónimo de quartos 5 por 5 onde o berço tem de ser enfiado na banheira.

- evitar os restaurantes sem esplanada, uma esplanada recebe sempre bem um bebé, se gritar dá para te afastares um bocado sem incomodar o resto dos mortais.

- jantar fora apenas na varanda em casa com as janelas abertas. Confesso que o rei já está com 10 meses e nunca jantei com ele fora de casa. Às 20h45 normalmente já quer estar na cama e quando não está é só birra. Quando começarem as noites de maior calor hei-de experimentar.

- praia nem pensar, e muito menos no primeiro fim-de-semana de calor quando o mundo vira louco como se tivéssemos estado enfiados em cavernas por mais de um ano.

- pequenos-almoços de hotel. Confesso que fui quase mal tratada num desses hotéis chiques com restaurante com estrela Michelin. A criatura estava apenas a fazer blá blá blá aos vários candeeiros pendurados no tecto e juro que pareceu que os dois empregados que lá estavam acampados me deitavam olhares mortíferos. Convém referir que éramos os únicos hóspedes sentados à mesa.

 

Estou tentada a experimentar uma piscina de hotel em Lisboa mas confesso que tenho medo de ser expulsa. 

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.