Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Estado de (des)Graça

todas sabemos que a gravidez é um estado de graça.

22.Mai.19

E nós?

Os filhos são o melhor de nós, todos os dias olho para eles e não consigo deixar de pensar na sorte que tenho por os ter. Todos os dias penso que não saberia viver com a perda de algum deles e que se isso acontecesse só prosseguia por causa do outro. Mas tanta coisa muda por causa deles, as rotinas estabelecidas, as correrias de todas as manhãs e os despertares sem excepção às 07h da manhã levam que andemos sempre cansados, irritados e sem paciência.

Sinto-me não raras vezes uma panela de pressão, sempre a arder, pronta a explodir. Chego a sexta-feira KO mas sábado espera-me um despertar, normalmente ainda mais cedo que durante a semana. Tentamos entretê-los durante 3 horas, porque ninguém vai para a rua antes das 10h, e às 13h já estou a rezar para que chegue rápido a segunda-feira.

E assim o tempo vai passando e nós sempre a desejar pelo dia a seguir, mas num ápice eles serão crescidos e ter-se-ão feito à vida e nós? O que fizemos? E eles? Farão o mesmo que nós ou o mundo já estará outra vez completamente diferente?