Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Estado de (des)Graça

todas sabemos que a gravidez é um estado de graça.

21.Set.18

Desmame nocturno

Todos sabemos que ter um bebé em casa pode virar um tormento quando as noites são mal dormidas. Tal como vos disse aqui as noites não estavam a ser fáceis porque sua excelência queria comer de 3 em 3 horas (apesar de durante o dia fazer intervalos maiores). Depois de falar com uma amiga, especialista no sono do bebé, a querida e gira Maria Serra Brandão, comecei nesse mesmo dia o desmame. Não ia recuar e também não lhe íamos dar uma gota de leite. O primeiro chamamento foi por volta da meia noite e meia, berreiro pegado quando percebeu que aquilo que ele lhe deu era apenas água. Demorou mais de meia hora a adormecê-lo ao colo, com muito embalo à mistura. Nessa noite estes despertares foram de duas em duas horas. Chorou que se fartou mas ele não vacilou. Segunda, terceira e quarta noite foram iguais. Ninguém dormiu nada de jeito naquela casa durante 4 noites, mas a verdade é que eu e ele já há 8 meses que andávamos tipo zombies. 

 

A partir da 4ª noite a coisa começou a melhorar, continuava a acordar de duas em duas horas ou de três em três mas já quase não era preciso colo, só colocar a chupeta e fazer um shhhh. Duas semanas se passaram, e já não come de noite, janta por volta das 19h45 e só volta a comer a partir das 07h15. Já por 4 ou 5 noites nenhum de nós foi ao quarto dele a noite inteira. Já sossega sozinho, coloca a chupeta e continua o seu sono. 

 

Nós os dois, eu e ele temos 8 meses de sono por recuperar, mas já quase que temos vontade de celebrar esta pequena vitória (só não celebro porque normalmente quando o faço nesse mesmo dia corre tudo mal de novo). O nosso bebé, em duas semanas aprendeu a dormir e a (re)adormecer sozinho, sem maminha, tetina, embalo ou outro conforto. E com apenas meia dúzia de dicas a coisa resolveu-se. E vocês por aí, como são/eram esses sonos com bebés desta idade?