Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estado de (des)Graça

todas sabemos que a gravidez é um estado de graça.

09.Jan.19

A teima do 3º filho

Ando às voltas com este assunto na minha cabeça sem saber muito bem o que fazer. O Matias já completou um ano, 12 meses, continua a ser bebé mas os bebés viciam e esse é o meu problema. Por um lado queria muito ter uma menina (mas se viesse menino era igual), queria prolongar mais este estado de babymood em casa, sinto que enquanto tiver bebés sou nova, fresca e saudável. Por outro lado... há muito mais pontos. Passar por uma terceira gravidez, engordar 15 kg num espaço de 9 meses uma terceira vez, ir a uma terceira cesariana, e terceira recuperação da mesma, passar por aquela sensação de estar a ser operada acordada, ter medo de não ter um bebé saudável que viria mudar as rotinas dos outros dois que são muito estáveis. Sentir a casa a encolher, ter de mudar de carro, ter de me ausentar do trabalho em mais uma licença, e pior, morrer no parto ou numa complicação qualquer e deixar cá os 3 ... E os 7 embriões que ainda tenho congelados? 

Dou voltas e voltas à cabeça e não consigo tomar uma decisão e eu lido tão mal por não ter tudo arrumado na minha cabeça. Não consigo estar no "deixa andar" e "no logo se vê". Estou cada vez mais inclinada para o não... talvez quando tiver 40 anos logo pegue no assunto de novo para ter esta sensação de perpetuar a juventude.

2 comentários

Comentar post