Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estado de (des)Graça

todas sabemos que a gravidez é um estado de graça.

04.Set.18

A porcaria do TicTac

Nunca fui uma mulher maternal, ao ponto de no outro dia o meu marido me dizer que um dos maiores receios dele antes de me conhecer no modo "mummystyle" era que eu não tivesse paciência para os nossos rebentos. Nunca senti aquela ânsia que algumas mulheres têm a partir da idade fértil de vir a ser mãe, aliás afirmei muitas vezes que não o queria ser. Depois casei e passados uns tempos veio a vontade de ter o primeiro, mas sempre a dizer que só queria um, o primeiro veio e passado ano e meio veio a vontade de ter o segundo, mas sempre a dizer que o terceiro nunca. Que é caro, a logística é uma loucura, tem de se mudar de carro, e chegou o segundo. E já só penso no terceiro, e queria tanto mas tanto ter uma menina ao ponto de me "apaixonar" por todos os mini seres femininos com que me cruzei nas férias. 

 

Não sei o que faça.

2 comentários

Comentar post