Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estado de (des)Graça

todas sabemos que a gravidez é um estado de graça.

22.Out.18

entre ranhocas e clinex

No dia 3 de Setembro o Henrique regressou às aulas, depois de mais de um mês de férias sem lenços ou passagens na farmácia para comprar neo-sinefrina. No dia 4 do mês referido já estava com uma ameaça de ranho e no dia 5 começava a saga e a lista de indispensáveis do momento:

- lenços de papel

- soro fisiológico

- rinhomer

- nasomet

- actifed

- celestone

- atrovent

- ventilan

- benuron

- brufene

- greentuss

..........................

Hoje dia 22 de Outubro tudo continua igual, mas agora em vez de 1, são dois (ou 4 se contarmos com os adultos da casa que também são sempre acometidos pela bicharada). Passo a vida na farmácia a comprar gotas e gotinhas que por vezes desconfio tratarem-se de placebo tal é o efeito nulo da coisa. O meu estado normal varia entre cansaço, cansaço extremo, e estado comatoso. O estado deles varia entre mal-dispostos, rabugentos, impossíveis e insuportáveis. A minha casa parece uma enfermaria, não há pacotes de compressas que resistam e o inverno ainda nem começou.

Pagava um prémio à alma que inventasse um método para exterminar viroses escolares.