Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estado de (des)Graça

todas sabemos que a gravidez é um estado de graça.

22.Mai.17

Há sempre uma primeira vez... DECO HELP ME

Na Páscoa tinha viagem marcada para Dublin com os meus dois rapazes. No dia 10 de Abril à noite o meu filho teve um episódio de SDR ou Síndrome de Dificuldade Respiratória que o médico não soube explicar. Podia ser uma alergia, muitas constipações mal curadas ou um primeiro ataque de asma. Foi receitado Celestone, Atrovent e Ventilan, tudo por via de aerossóis. Foi claro está desaconselhado andar de avião e ir para um país frio. Tinha de ser um fim-de-semana de sopas e descanso. Resolvi accionar o seguro que tinha contratado através da agência. Foi-me pedido um atestado que prontamente enviei, relatório do médico que prontamente enviei, descrição do episódio, receita da medicação... 

Sexta-feira recebi a resposta de que para a RNA um bebé com falta de ar, a chorar durante 24 horas seguidas, visto de urgência dia 10 e 12 a fazer medicação via aerossóis não é motivo suficiente para não viajar no dia 13 porque:

"1º Não havia motivo clínico para não viajar,

2º Não punha em perigo a vida,

3º Não prejudicava os membros locomotores,

4 º Não desaconselhava o meio de transporte incialmente previsto."

E é isto.

22.Mai.17

Agora somos dois

Tudo calmo, amanhã é o dia em que vou ver pela primeira vez a minha Rosita, e espero ouvir aquele som maravilhoso dos batimentos cardíacos. Continuo calma e serena, sem grandes expectativas e é assim que manter-me-ei. Gosto do mês de Maio e esta semana completo 32 anos. Em conversa com o meu marido constatávamos que desde Janeiro de 2013 que o tema é este, tentativas, gravidez, tentativas, bebé, recém-nascido, mais tentativas, clínicas, tentativas e nova gravidez. Passaram-se 4 anos, sem que me focasse em mais nada, a minha carreira ficou para trás, alguns sonhos também. Claro que foi tudo por uma causa maior, e desejada, mas não deixo nunca de pensar o quão ingrata é a vida para as mulheres por comparação a eles.