Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estado de (des)Graça

todas sabemos que a gravidez é um estado de graça.

Estado de (des)Graça

todas sabemos que a gravidez é um estado de graça.

rapaz ou rapariga

Não sei se já disse por aqui mas desde sempre toda a gente me ouviu dizer que só queria meninas, que havia de ter só meninas e que Deus me livre se calhasse um rapaz. No dia em que soube que estava grávida olhei para o céu e disse-Lhe: agora só para me castigares vais dar-me um rapaz. Sabia que assim havia de ser. 

 

Na primeira ecografia em que conseguimos ver o nosso girino com pouco mais de 7 cm, montes de espaço e às cambalhotas no meu liquido o médico disse este tem a vitalidade de um homem. Pois está claro, o "castigo" começava. Olhei para o céu e disse-Lhe: todos os que me deres serão bem vindos, mas dá-me a possibilidade de uma menina.

 

Na ecografia das 12 semanas a médica atirou para o ar sem certezas a 100% diria que é um rapaz. Pois está claro, nesse dia mentalizei-me, confesso que saí do consultório furiosa e ainda a pagar a eco disse ao meu marido eu queria uma menina!!! A recepcionista chamou-me nomes com o olhar e ainda mandou a boca eles gostam mais de nós do que as raparigas. Chateou-me durante uma hora e depois passou-me, hoje não me via a ter a minha Caetana/Frederica/Carmo. Hoje só tenho olhos para este Pablito cujo o nome demorou muito a escolher porque lá está, eu ia ter uma menina. Não o imagino, não tenho palpites sobre a cor dos olhos, do cabelo, se sai à mãe, ao pai ou ao leiteiro, se vai ser teimoso ou sossegado... apenas sei que vem grande e que não gosta que eu cruze os braços sobre a barriga. Sei que adora que eu caminhe em passadas rápidas, remédio santo para ficar quieto a dormir, sei que já com pouco espaço ainda tenta dar cambalhotas. Sei que quando falamos muito com ele se vira de costas espetando o rabo contra a minha barriga. Tudo o resto não sei, mas o pouco que já percebi faz com que o ache o rapaz perfeito. 

corria o ano de 2012

foi em Outubro de 2012, acabada de fazer um ano de casada que comecei (começámos, tenho de parar de pensar enquanto individuo) a pensar nisso. Médico marcado, exames pedidos, exames feitos, era altura de começar a tomar Folifer (comprimidos de ácido fólico e ferro, indispensáveis para a boa formação do tubo neural do feto). E aí começaram as complicações, fiz reacção alérgica ao Folifer, toca de ligar para a minha gastrenterologista, apalpa aqui, apalpa ali, toca de fazer endoscopia, conclusão: intolerante ao Ferro. 

 

E nisto já era Janeiro de 2013, ano de novas resoluções, ano de mudanças no escritório, e o ano em que parei de tomar a pílula e entrei efectivamente em treinos! E quem pensava que é fácil engravidar à primeira, desengane-se... penei por largos meses!

e tudo começou

há um tempo atrás na ilha do sol... lembro-me sempre desta música quando tento recuar no tempo, até ao dia em que decidi que estava na altura de engravidar. 

 

Espero fazer deste blog um diário de bordo para todas as futuras meninas que pensam passar por este maravilhoso estado de (des)graça. vou começar do princípio e espero terminar lá para Julho, se Deus quiser. 

Mensagens

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D