Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estado de (des)Graça

todas sabemos que a gravidez é um estado de graça.

30.Nov.15

Body

Gracinha
Como também gosto de estar na moda resolvi comprar um body super in (não só porque todas dizem que é sexy mas porque também tem o seu quê de conforto). Ora, ontem quando estava a preparar-me para vestir o pijama o husbie entra no quarto e diz qualquer coisa como isto "ohh que giro, estás com uma roupa igual à do Gordo" - pois, o gordo é o nosso baby. 
09.Set.15

já repararam

Gracinha
Como as coisas ficam diferentes depois de sermos mães.   Os dias são muito mais compridos, as horas de almoço parecem ser de 5 horas, tal é a quantidade de coisas que conseguimos encaixar nelas. Eu opto por ir ao ginásio às segundas, terças e quintas, às quartas faço uma drenagem e às sextas vou almoçar a casa com o repolho. No ginásio consigo não só treinar como lavar a cabeça e esticar o cabelo sem ter alguém a tentar roubar-me o secador, consigo passar creme no corpo (...)
10.Jul.15

Desabafo do dia

Gracinha
Faz-me falta trabalhar num ambiente mais jovem e feminino para combater esta sensação de que a vida se tornou apenas em família e emprego, pouco ou nada estou com as minhas amigas se é que ainda as tenho. O pouco tempo que tenho é para andar a correr, vou ao ginásio a correr à hora do almoço (sozinha), vou ao supermercado a correr quando encontro 10 minutos livres (sozinha), não vou ao cabeleireiro, manicure ou depilação, faço tudo em casa, até as massagens passei para um (...)
07.Jul.15

a vida não é diferente, é melhor

Gracinha
Ontem perguntava ao meu marido como eram os fins de tarde antes do Henrique nascer. Já não me lembrava o que fazíamos antes do jantar sem um bebé para cuidar. Ele relembrou-me... não fazíamos nada porque não havia o antes do jantar, eu saía tarde, ele saía tarde, chegávamos a casa e jantávamos, ponto. Muitos dias eu ainda ia ao ginásio até às 21h e só chegava às 21h30 a casa.  Se é verdade que a vida muda muito com mais um membro na família, também posso assegurar que o (...)
10.Out.14

O dia a dia sempre em tons azuis

Gracinha
Já sabem que escrevo de maneira irónica, e tentando manter o registo nos próximos 3 posts vou contar o dia normal de uma mãe com um bebé de um mês, de dois e de três. Sem grandes corações, ou reportagens fotográficas em que tudo é bonito. Sem selfies na praia a mostrar a barriga cinco dias após o parto (ainda me pergunto como fazem com os lóquios - perdas de sangue - uma vez que não é suposto pormos nada dentro do nosso pipi, nem um tampão).