Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estado de (des)Graça

todas sabemos que a gravidez é um estado de graça.

11.Mar.14

Por aqui

Tudo a correr bem, depois do susto da semana passada, depois de o médico ter assumido que tinha havido um erro médico no relatório emitido pela médica da Cuf, depois de ter largado 140 euros no Centro Ecográfico de Entrecampos mas ter conhecido o médico mais fofinho de sempre e daqueles que existem só para mim (temo ser a única a gostar de médicos pouco faladores ou que falam para dentro) respirei finalmente de alívio. O Pablito está enorme e passa todo o santo dia a pontapear-me não vá eu esquecer-me que o tenho dentro da barriga. Em horas normais ou menos próprias a verdade é que à noite é um festim. Chego a "zangar-me" com ele porque são horas da mãe ir dormir.

 

Quase a chegar às 25 semanas, respiro de alívio por pensar que faltam apenas 15 para conhecer o meu rabanete. Tenho medo que ele seja muito feio, mas segundo dizem as entendidas nenhuma mãe acha o filho feioso, espero não ser a primeira. 

3 comentários

Comentar post