Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Estado de (des)Graça

todas sabemos que a gravidez é um estado de graça.

07.Nov.16

na cama com eles

O mini lorde da casa continua na cama de grades, e tenho oferecido alguma resistência à mudança porque já estou a imaginar a ter aqueles olhos grandes a olhar para mim às 02h, 03h, 04h e noite fora. Ou a enfiar-se entre mim e o meu esposo como aconteceu há uma semana atrás. Foi, nessa noite cedi. Depois de 14 dias a trabalhar que nem uma moura e horas a fio, depois de uma grande birra a dizer entre lágrimas "óóó mãe, óóó mãe" ou "a mãe fica aqui no chão" agarrei nele e meti-o ao pé de mim. Precisava tanto de descansar que nem pensei duas vezes. Resultado: mini lorde 1 - mãe 0.

Não descansei coisíssima nenhuma e aprendi que ele acha que é meu namorado, desde ter querido dormir em cochinha, dar-me a mão, fazer-me festinhas na cabeça (vamos abstrair a quantidade de pontapés, murros e sei la mais o quê que me deu) e acordar com ele a olhar para mim com o ar mais derretido do mundo, ninguém descansou. 

Pais que adoram o co sleeping expliquem me como conseguem!