Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Estado de (des)Graça

todas sabemos que a gravidez é um estado de graça.

30.Jan.14

dia de consulta

E a gravidez continua, as semanas passam a voar e já estou tão próxima das 19. Mensalmente lá tenho de ir mostrar a barriga ao médico e dizer que está tudo bem, é o chamado "picar o ponto". Este médico não faz ecografias mensais, mas sim as indispensáveis, 4 no máximo durante toda a gravidez. Mas gosto dele, é um fofinho. 

 

Não vi o Pablo mas ouvi o coraçãozito dele a bater que nem cavalo a galope, um mimo e uma alegria para o meu coração de mãe que acalmou por confirmar que ele está vivo (sim o pensamento de vez em quando que ele pode estar morto porque ainda não o sinto assola-me à cabecita). Continuo a não me comover com estas coisas, mas lá está, é de mim, nunca fui muito dada a choradeiras. 

 

Questões práticas: aprendi a sentir o topo do meu útero que já está muito próximo do umbigo, genial! Bem que me sinto toda apertada cá dentro. Hoje fizeram-se as contas do peso e até ao fim da gravidez só tenho mais 8 kg para engordar. A barriga já está arrebitada e já se nota mesmo vestida (não saí à Carolina Patrocínio por muito que gostasse). Faltam 17 dias para fazer a morfológica, mas marota como sou marquei uma 3D para sábado. Espero ter a confirmação definitiva que o Pablo é mesmo um Pablo e não vira afinal de contas em Pablita.

 

Tudo a correr bem, tudo sereno. Continuo calma e hoje o médico elogiou-me. Diz ele que vê 30 grávidas por dia. Meu Deus, e nem quero imaginar as chatas que lhe passam pela vista. Mas dou o desconto, grávida que é grávida pode chatear à vontade, eu sei que no fundo deve ser difícil manter sempre este estado ZEN (o truque meninas, é descarregar no husbie como se não houvesse amanhã).