Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Estado de (des)Graça

todas sabemos que a gravidez é um estado de graça.

Estado de (des)Graça

todas sabemos que a gravidez é um estado de graça.

dia de consulta

hoje foi dia de ir passear a barrigona à CUF logo bem cedinho porque o médico ia estar a operar a tarde toda (imenso!). Segundo ele sou uma mãe "tá-se bem" e como tal ele adopta essa postura comigo do não passa nada, está tudo bem, logo se vê como será. Às 36 semanas logo faleremos do parto, antes disso é prematuro. Entendo, ainda para mais se fui a primeira a dizer que gostaria de um parto vaginal, logo antes das 36 nem sequer há assunto. Ah e tal mas o bebe não está posicionado - não se preocupe, os bebes estão como melhor se sentem e até ao fim muita coisa pode acontecer. 

 

Gosto desta atitude descontraída mas confesso que não é para qualquer uma, uma mãe que queria saber de tudo, ter tudo planeado, perceber tudo o que vai acontecer nas mãos daquele médico morria de ansiedade. Eu, como tenho a postura do "deixa andar o que tiver de ser é" lido bem com isto tudo. De resto tudo ok, bebecas gigante mas já sabíamos, mãe sem contracções até ver, 1 kg em 5 semanas (clap clap clap) e tensão óptima.

 

Até tenho medo de pensar que tudo está a correr demasiado bem e falar muito sobre isso.

Mensagens

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D