Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Estado de (des)Graça

todas sabemos que a gravidez é um estado de graça.

Estado de (des)Graça

todas sabemos que a gravidez é um estado de graça.

O Pressentimento

Já todos ouvimos falar do sexto sentido que as mulheres têm. Questão incontornável, todas sabemos algumas coisas por instinto, umas com ele mais apurado que outras. Acho que posso dizer que soube que estava grávida 5 dias após ter engravidado, provavelmente quando se deu a implantação do zigoto. Não tive nenhuma espécie de sangramento, mas desde esse dia que me senti diferente, estranha. É óbvio que estava mais alerta que o comum das mulheres que não esteja em fase de tentativas. Passados 10 dias começava a desesperar porque ainda não tinha atraso menstrual para fazer nenhum teste de gravidez. E como os meus níveis de ansiedade estavam em altas achei que podia ser tudo da minha cabeça. 

 

Lembro-me que numa quinta-feira falei com a minha "consciência do escritório" que na altura me disse que eu tinha de me acalmar e se achava mesmo que estava sempre podia fazer um teste, o não era garantido. Nesse dia faltava um dia para o período aparecer. Resolvi esperar calmamente pelo seu aparecimento o que não chegou a acontecer. Nessa altura o grande sintoma era nas maminhas, doíam-me horrores. Sentia-as tensas e rijas. No sábado ia vender tralhas para uma feira muito em voga agora (Coolares Market) e mal consegui dormir, às 06h estava a pé para fazer o teste de gravidez no primeiro dia de atraso - tive um redondo negativo (Clearblue também falha). Essa feira foi miserável, não só porque não vendi nada, como também porque sentia que estava diferente e depois do negativo só podia associar a diferença a loucura. Mesmo assim, resolvi ir comprar outro teste sem ser digital e aguardar por segunda-feira. Segunda-feira toca de acordar de novo com as galinhas e de fazer xixi para uma nova vareta (já quase parte de uma rotina nos últimos tempos) para ter de novo um teste negativo, sem um segundo traço. Confesso que fiquei passada, mas mesmo assim o meu instinto sussurrava-me ao ouvido "vai a um centro de análises e faz um BETA HCG ao sangue". A frase repetia-se enquanto tomava banho e assim fiz. Paguei um balúrdio diga-se porque sem credencial estas coisas são caríssimas, mas garantiram-me que às 17h30 tinha o resultado no meu email. Às 17h28 nada de resultados e os nervos já me consumiam. De referir que neste processo que demorou três longos dias não falei com ninguém, nem com o meu marido. 

 

Ao terceiro toque atenderam: 

eu - não me enviaram os resultados de um beta

clínica - sabe às vezes os médicos não assinam logo e o exame não é liberado, aguarde um pouco

....

  .......

    .........

clínica - pois o médico responsável não assinou.

eu - Ok, mas acha que amanha já enviam?

clínica - sim claro mas eu posso dizer-lhe o resultado

(engulo em seco)

clínica - o exame está positivo mas muito fraquinho ainda, não conte a ninguém porque a gravidez deve ser muito recente.

 

Senti o chão a fugir-me, uma alegria enorme que não podia exteriorizar pois estava no meu local de trabalho. Não queria saber do resultado fraquinho porque era o meu tão esperado positivo. Passados 5 minutos os resultados estava na minha caixa de email. 

 

Para quem nunca viu um desses exames:

 

 

 

Quando cheguei a casa no teste da manhã que tinha ficado por deitar no lixo, via-se uma linha muito clara, mas estava lá. Foi o dia em que soube que estava à espera de bebe. 

Mensagens

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D