Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estado de (des)Graça

todas sabemos que a gravidez é um estado de graça.

Estado de (des)Graça

todas sabemos que a gravidez é um estado de graça.

Tec - Dia 2

Não sinto nada de novo, mantém-se tudo como no dia antes da TEC, os enjoos já os tinha, fruto do Zumenon (estrogénio) e agora agravados pelo Projeffik (Progesterona). O meu blastocisto capa de revista tem 7 dias, e espero que já tenha esquecido o fresquinho da criopreservação a aprendido a gostar do calor como a sua linda mamã. 

Dizem que os dias pós TEC até ao Beta são vividos com muita ansiedade. Não lhe chamaria isso, acho que é mais curiosidade porque passa-se connosco, dentro de nós, mas não temos maneira de ver ou sentir. A minha rotina mantém-se inalterada, treino como sempre treinei, como como sempre comi e trabalho como sempre trabalhei. Acho fundamental para a nossa sanidade assumirmos que não estamos grávidas tal como uma mulher que engravida espontaneamente e só o sabe com 5 ou 6 semanas quando lhe falha a menstruação. 

Querido vendi a casa II

E foi hoje a escritura de venda, semana preenchida com muitas mudanças, resoluções e novos começos. Maio é o meu mês, o meu preferido, o meu aniversário e apesar de não querer depositar demasiadas esperanças, secretamente quero acreditar que este já é um ponto de viragem.

Na procura da casa já estamos em modo piloto automático. Os preços em Lisboa estão uma loucura, tudo se vende e os estrangeiros compram tudo. Esta procura desenfreada não acompanha a oferta o que faz com que qualquer buraco/toca ou m2 seja vendido a preço de ouro.

Nós não entramos em loucuras, não fizemos esta troca para dar um passo atrás e portanto pensamos, repensamos e abrandamos. Lisboa é a nova Londres, só que não, falta-lhe a Chanel por exemplo. 

Mas hoje celebremos. 

Projecto Sonhos de Laboratório

No dia em que soube que o meu sogro me pagaria um primeiro tratamento, pelo preço tabela tal como referi aqui soube também que o dinheiro que já tinha equacionado gastar neste tratamento seria para usar para pagar um novo tratamento. Fiz então uma promessa a mim mesma: caso consiga um teste positivo, e a confirmação de que é um bebé saudável às 12 semanas, o valor de 3.500 euros que tinha destinado para mim, serão destinados para outra mulher, sem filhos, que não tenha capacidades comprovadas para recorrer ao serviço privado e já tenha feito alguma tentativa pelo SNS. 

Não sei ainda como vou processar isto, como vou escolher, sei que quero que a mulher que se cruzar no meu caminho tenha a sorte de poder ser seguida pela Dra. Ana Paula Soares na Ginamed. Porque foi lá que me senti menos infértil e mais humano depois de um processo longo e desgastante noutra clínica. 

Sei que quero ajudar mais alguém a conseguir o sonho de ser mãe. Eu já consegui uma vez, e tenho um sonho já em papel e outro ainda de laboratório, e espero um dia poder dizer que o meu sonho em papel também foi o dela graças a mim. 

 

Tec - Dia 1

Não sei se o meu estado actual é de grávida ou não, mas já tenho aqui a morar um novo ser, hoje com 6 dias. Ontem transferiram um blastocisto de 5 dias tal como programado. Dizem que é muito bonito, embriologista e médica ficaram a olhar com um ar babado, como se de uma obra de arte se tratasse. 

Aqui tudo começa mais cedo e as lembranças são dadas logo como se de uma ecografia de 12 semanas se tratasse. Desejaram-me sorte, dedos cruzados. Sorte é coisa que não tenho, resta-me a esperança e alguma fé.

Apresento-vos o mais recente morador da minha morada. Espero que resolva ficar por mais umas 36 semanas.

0e8bb32e-8c72-4315-bf0c-135d3af832e2.jpg

 

Preparativos TEC IV

Faltam dois dias para passar do estado normal para o Estado de Graça e esta falta de emoção é assustadora. É tudo tão frio, tão mecânico que dou por mim a nem sequer lembrar-me do assunto (o que tem as suas vantagens).

Outra vantagem desta desumanização da gravidez: quando o meu filho me perguntar como se fazem os bebés posso sempre ensinar-lhe o método TEC/FIV e explicar-lhe passinho por passinho. Aliás, já lhe disse que na quarta feira vou pôr um bebé na barriga e aposto que ele já espalhou na frutaria uma vez que está naquela fase que repete tudo. Já estou a imaginar as moças a pensar "mas aquela maluca conta ao filho de dois anos as relações sexuais que mantém com o marido?".

Enquanto isto vou sempre imaginando que fiz amor com o meu marido num laboratório, com uma embriologista a passar-me a mão pela cabeça e a indicar-nos o melhor ritmo ou a melhor posição. Sim sei, difícil de imaginar. 

Preparativos TEC III

Hoje foi dia de avaliar o estado do ninho e temos endometrio já a ficar fofinho com uns belos 9mm. Domingo vão descongelar os meus fofinhos e dia 26 fazemos a transferência. Decidi colocar apenas um embrião de 5 dias porque não quero arriscar uma gravidez gemelar. Caso não resulte então na próxima TEC pondero a transferência de dois minimeus.

Falei-lhe dos enjoos que sinto com o Zumenon e ela diz que é normal, então no meu caso que passei uma gravidez inteira a tomar nausefe ela diz que é mesmo caso para estar KO. Vale-me os nausefes todos que ando a tomar para ver se esta treta acalma. O mal é que pelo menos até ao dia do teste de gravidez tenho de manter estas doses de estrogenio. 

Preparativos TEC II

Continuamos em modo doses gigantes de estrogénio para preparar o endométrio. Começo a acusar alguns efeitos secundários típicos mas incomodativos. Aumentei 2kg de peso que associo à retenção de líquidos, tenho sistematicamente uma dor de cabeça ligeira que não mata mas mói e um ligeiro enjoo ao fim do dia. 

A venda da casa veio em boa altura porque ando entretida a ver casas e então nem sequer penso nestes assuntos inférteis. Conto ter novidades la para o final da semana que apontam, e caso não haja aquelas pedrinhas no sapato que o meu útero já nos habitou, fazer a transferência do embrião (ou embriões) no final da próxima semana. 

Preparativos TEC

Amanhã começamos nova ronda de Zumenon, 3 comprimidos dia e aspirina para evitar tromboses. A preparar o ninho. A palavra de ordem a partir de agora é tranquilidade. Não sei quantos dias faltam ao certo para a transferência, mas acredito que dentro de 20 dias já terei um mini-meu colado a mim. Espero conseguir a serenidade necessária a esta nova etapa. Dedos cruzados.

Trus, Trus

Quem é?

É de novo o azar.

 

Pois que isto não anda fácil... era a primeira viagem do Henrique connosco, Páscoa fora em família, com direito a andar de avião mas ontem uma crise respiratória fortíssima que o levou de urgência ao médico deitou por água abaixo os nossos planos. Foi a primeira vez que senti a minha impotência, com um bebé no colo, cheio de falta de ar e eu sem saber o que fazer. Foi a primeira vez que assim que o vi soube que ele tinha de ir ao hospital. Felizmente já está medicado e a crise melhorou bastante. Agora é esperar que seja um episódio solto perdido nas nossas vidas. Andar de avião fica para outra altura, que infecções respiratórias não ligam bem com temperaturas frias e ar condicionados. 

Podia ter optado por ir na mesma e deixá-lo ao cuidado da empregada ou da minha mãe? Podia, mas que raio ia eu fazer num sítio quando o meu coração ficava aqui?

Mensagens

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D